Montijo. União Mutualista adopta projecto inédito para deixar utentes a um centímetro de distância de familiares

83
visualizações

Estrutura a instalar na biblioteca da instituição é para ser estreada já no Dia da Mãe

 

- Pub -

 

“Cabine das emoções” é a designação de um dispositivo inédito que a União Mutualista Nossa Senhora da Conceição, no Montijo, vai ter instalado já no próximo domingo na valência de lar, para retomar a proximidade entre os utentes idosos e os familiares. As saudades vão ser encurtadas à distância de apenas um centímetro.

Trata-se de uma espécie de caixa em acrílico que permitirá a visita e o contacto de familiares com os utentes, em total segurança, que vem, por um lado, anular o distanciamento imposto pelas regras decretadas no combate à propagação da Covid-19 e, por outro, contribuir para reforçar a saúde mental, psicológica, particularmente dos idosos, privados há dois meses de poderem ter visitas.

A União Mutualista do Montijo torna-se assim na primeira instituição a apresentar uma solução que mitiga a ausência de contacto entre os residentes no lar e respectivos familiares. Separados apenas por centímetros de acrílico e no conforto de sofás, utentes e família vão poder reencontrar-se e falar através de intercomunicadores, protegidos por uma estrutura de um centímetro de espessura, montada na biblioteca do lar. Os utentes ficam no parte interior da biblioteca e os familiares na parte exterior.

“Queremos estrear esta estrutura já no Dia da Mãe, no próximo domingo. Vamos ter de realizar um programa de horários de visitas muito rigoroso, até porque estas vão ser realizadas para um utente de cada vez, que poderá receber três ou quatro familiares”, revela Pedro Santos, presidente do Conselho de Administração da União Mutualista Nossa Senhora da Conceição, instituição vulgarmente conhecida como Montepio do Montijo.

“Vamos começar a fazer o programa de visitas de acordo com as disponibilidades. Mas, o calendário terá sempre de ser muito rigoroso e as visitas terão de ser sempre agendadas previamente”, reforça o responsável.

Quanto ao projecto “Cabine das Emoções”, Pedro Santos lembra que a estrutura “obedece às normas do plano de segurança” que a União Mutualista tem implementado.
“A estrutura, em acrílico e com um centímetro de espessura, visa combater a solidão, o afastamento, entre os utentes e as respectivas famílias”, sublinha, ao mesmo tempo que explica como surgiu o projecto.

“Foi a [empresa] Fullquest que lançou o desafio à União Mutualista. Aceitámos e vemos sempre, de bom grado, todas as iniciativas inovadoras, como é este caso.”
À margem da estrutura que a instituição espera estrear já no próximo domingo, data em que se comemora o Dia da Mãe, o presidente da União Mutualista faz notar que “as situações de doenças entre utentes na instituição diminuíram” desde que começou a vigorar a obrigatoriedade de isolamento no lar.

“Temos verificado menos casos de doenças entre os utentes no lar durante este período de confinamento. Menos doenças do foro respiratório, gripes, e gastrenterológico, desde que os utentes deixaram de ter visitas”, frisa, para, a concluir, deixar a informação de à data de ontem não existir qualquer caso de Covid-19 entre funcionários da União Mutualista. “Já temos realizados um total de 102 testes de despistagem a funcionárioos e colaboradores e todos deram resultado negativo”, finalizou.

Comentários

- Pub -