Moita e Barreiro com aumento significativo de casos Covid-19

1908
visualizações
Hospital de Campanha no Centro Hospitalar Barreiro Montijo

Autarcas temem que a próxima vaga da Covid-19 traga um maior pico de casos

 

- Pub -

O número de casos confirmados de Covid-19 no distrito de Setúbal subiu de 798 para 827, com os concelhos de Almada, Seixal, Barreiro e Moita a registarem as maiores subidas.

Um aumento de casos que Frederico Rosa, presidente da Câmara Municipal do Barreiro, referiu ontem, em sessão pública, como estando dentro de um “achatamento da curva”, no que diz respeito à evolução da Covid-19. Mas, “não deixa de ser preocupante porque, tal como se temeu desde o início, pode ser revelador de uma segunda vaga com um pico mais elevado que a actual”.

Motivos pelos quais o autarca reafirma a importância de se manter os serviços de saúde a 100% “com todas as equipas em condições para realizarem o seu trabalho, tal como tem sido possível, até ao momento, no concelho do Barreiro”.

Sobre o concelho da Moita, Nuno Cavaco, presidente da União das Freguesias de Baixa da Banheira e Vale de Amoreira, teme que “nós próximos dias possa vir a ser confirmado um aumento significativo de casos”. Entre as causas “está o facto de muitas pessoas terem regressado ao trabalho e estarem a utilizar serviços de transporte público, o que poderá levar a uma maior propagação do contágio”.

Quanto a um possível contágio devido à grande movimentação de pessoas em espaços verdes durante o fim-de-semana do 1º de Maio, e sendo Baixa da Banheira e Vale de Amoreira as áreas com maior densidade populacional no concelho, o autarca considera que “os possíveis contagiados do futuro não virão maioritariamente desses convívios”
Segundo o relatório de situação epidemiológica divulgada diariamente pela Direcção-Geral da Saúde (DGS) em Almada o número de infectados subiu para 257 (mais 10, em relação terça-feira, no Seixal os casos confirmados aumentaram para 167 (mais 2) e Barreiro registou mais 7 casos, apresentando agora um total de 116 pessoas infectadas. E na Moita o número de casos subiu para 80 (mais 8). Já o concelho de Setúbal apresenta os mesmos 63 casos positivos de terça-feira.

Seguem-se os concelhos do Montijo, agora com 59 portadores da nova pandemia; Sesimbra com 21 casos; e Palmela com 19. Alcochete continua a ser o concelho da península de Setúbal com menos casos, 16 no total, também desde terça-feira.
No litoral alentejano Santiago do Cacém também mantém uma situação estável sem novos casos, somando 15 no total. Em todo o distrito os concelhos com menos pessoas infectadas são Grândola, com 10 casos e Alcácer do Sal, com 4 pessoas infectadas por Covid-19. Hoje, o município de Sines completa uma semana sem registos no boletim diário da DGS.

Comentários

- Pub -