Cabana Beach Bar e Marisqueira Sotavento estão de regresso

64
visualizações

Dois dos mais icónicos lugares na Fonte da telha, Costa da Caparica, voltam a fazer as delícias dos apreciadores da boa gastronomia e pura diversão

 

- Pub -

Depois da paragem forçada devido à pandemia causada pela covid-19, estes dois espaços de referência situados na Fonte da Telha, margem sul do Tejo, regressam revigorados.

Com visuais renovados e com muitas novidades no menu, Marco Alexandre, director de operações do Grupo Cabana Beach Bar, está confiante num futuro risonho depois de tão desagradável surpresa. “Esta pandemia foi uma rasteira grosseira que a humanidade levou e, por consequência, todos os mercados económicos. Depois de cinco anos consecutivos com aumentos significativos no turismo em Portugal, e com uma previsão para 2020 super-optimista, em meia dúzia de dias descamba tudo”, começou por lamentar a O Setubalense.

“Para já, estamos a aprender a viver com a incerteza…o consumidor está retraído e com medo, no entanto estamos completamente empenhados para reabrirmos com a máxima segurança no âmbito do guia protocolar de higiene e segurança emitido pela DGS para a restauração”, frisa. Como tal, “as nossas expectativas por agora são comedidas, mas temos obrigatoriamente de ser mais competentes e rigorosos no serviço ao cliente, só assim poderemos ter alguma expectativa positiva do negócio”, acrescenta.

A Marisqueira Sotavento abriu portas ontem (segunda-feira) com novas propostas ao nível gastronómico e com dois serviços-extra adaptados à nova realidade: o Take Away e Home Delivery.

A reabertura do Cabana Beach Bar está agendada já para o início de junho. O bar foi sujeito a obras de remodelação e promete um regresso em grande.

Com que ânimo avança para este reencontro com o vosso universo de
clientes?

Temos as equipas motivadas e preparadas para esta nova etapa e forma
de estar num restaurante! Não vamos perder a nossa identidade nem o foco na
qualidade do produto e no serviço ao cliente. Queremos o nosso cliente
novamente connosco, e para isso estamos a tomar todas as precauções para
mantermos a confiança em quem tanto acredita em nós.

Foi difícil a adaptação às condições impostas pela DGS? Está satisfeito
com o resultado final quer na estética quer na segurança para os clientes?

Mais do que ser difícil, é vermos uma sala de restaurante transformada em algo que não consigo adjectivar. Toda a essência envolta num restaurante se esvazia numa lista de procedimentos obrigatórios, aceito, mas descaracterizam a identidade de qualquer espaço de comidas e bebidas.
Temos efectivamente de nos mentalizar até a dita vacina “aparecer”. Terá
que haver uma grande adaptação a esta nova realidade na restauração.

Acha que para os clientes vai ser uma questão de hábito às novas condições?

Estruturalmente não haverá grandes alterações, a grande diferença
será nas regras consecutivas da higiene e segurança e no respeitar as
mesmas. Toda a mecanização da operação de um restaurante será manipulada pelas regras. Temo que o cliente precise de mais tempo do que o previsto para se habituar ao novo funcionamento dum restaurante. Por norma as pessoas vão a um restaurante desfrutar, relaxar e socializar, nesta nova realidade julgo que no princípio será difícil alcançar essas sensações. O ser humano é um ser de hábitos, acredito que aconteça alguma habituação à nova realidade, mas como disse anteriormente, até a vacina chegar, haverá várias fases de habituação e bem-estar dentro de um restaurante,.

Acredita que a fidelidade dos vossos clientes vai estar ao nível do que esperam?

Acredito que vamos trabalhar intensivamente em todo o produto, para
devolver aos nossos clientes a confiança que tinham no nosso serviço.

Que mensagem gostaria de transmitir para o exterior nesta altura tão
sensível e importante no bem-sucedido caminho trilhado até agora?

Este é um momento difícil para todos, mas desistir nunca! Vamo-nos
reinventar, as grandes inovações aparecem sempre em tempos de angústia, por isso, temos todos de ser melhores, porque o cliente vai ser ainda mais
exigente. Acredito que 2021 irá repor os indicadores positivos na economia,
onde a restauração terá uma palavra a dizer, seguramente.

Adaptação Novo visual e oferta renovada

Depois da paragem forçada, culpa da pandemia, Marco Alexandre está satisfeito com o trabalho feito para a reabertura e entusiasmado com o impacto que terá nos seus clientes, os “novos” Cabana Beach Bar e Marisqueira Sotavento. “O Cabana Beach Bar está neste momento a ser remodelado na sua estrutura física. Estamos a renovar esteticamente o espaço no sentido de darmos ao nosso cliente mais conforto, contratámos um novo chef, e vamos reabrir em Junho com uma nova carta de comidas, focada no conceito gastronómico português, respeitando sempre o melhor produto.

Vamos igualmente estrear uma carta de vinhos bem referenciada com vinhos portugueses”, revela. Em relação à Marisqueira Sotavento “vamos incluir três pratos novos, uma nova carta de cocktails com assinatura e vamos reabrir com dois serviços extras: Take Away e Home Delivery”, destaca.

O Cabana Beach Bar na Fonte da Telha, abriu portas no distante ano de 1991, e ao longo dos anos ganhou o seu espaço de tal forma que é hoje uma das casas de referência na margem sul.

Uma ementa variada, cocktails, sumos naturais e batidos são as especialidades de um bar que oferece ainda uma beleza natural que lhe confere a magia de estar situado junto ao mar.

O Restaurante Marisqueira Sotavento, é o mais recente projecto do Grupo Cabana Beach Bar. Situado também em plena praia da Fonte da Telha, está a funcionar desde o Verão de 2019. É o sítio ideal para desfrutar dos mariscos mais frescos, deliciosas carnes e uma completa carta de vinhos.

“O nosso foco encontra-se tanto na excelente qualidade dos nossos produtos sempre frescos, como no bem-estar e satisfação dos nossos clientes. O serviço prestado no nosso restaurante é profissional, simpático e atencioso. Com paixão se fez a casa e com o maior gosto o convidamos a conhecer o nosso espaço! Temos esplanada e lounge com vista para o mar”, destaca Marco Alexandre.

Por Luís Pestana

Comentários

- Pub -