Crowdfunding. Prazo aproxima-se do fim e ainda faltam 11 mil euros para sucesso da campanha do jornal

392
visualizações

Veja aqui como pode ajudar e apoie a imprensa local

A duas semanas do final, a campanha de crowdfunding, recolha de fundos, d’O SETUBALENSE, que termina no próximo dia 2 de Junho, às 18 horas, precisa ainda de 11 mil euros para atingir o objectivo de 30 mil euros.

- Pub -

Até à hora de fecho desta edição, tinham sido angariados 18.861,38 euros, repartidos entre 9.672 doados directamente na plataforma PPL Crowdfunding Portugal, onde a campanha está a decorrer, e 9.189,38 euros de contributos directos ao jornal, sobretudo por empresas na forma de aquisição de publicidade.

Os apoiantes de ontem na plataforma são João Alves, que doou 10 euros, e Ana Cristina da Silva e Ivo Barbeiro Morgado, que ofereceram 25 euros e deixaram uma bonita mensagem. “Para quem aprendeu a ler com os avós na da década de 80, contribuir para a manutenção d’O SETUBALENSE, é o mesmo que contribuir para a memória de família!”, escreveu o casal.

Recebemos também, directamente no jornal, o apoio do leitor HB, que prefere não ser identificado, que fez um donativo de 20 euros, pela segunda vez, depois de ter participado já no mês passado.

O jornal agradece a estes leitores e a todos o apoiantes, particulares e pessoas colectivas, que já participaram. A iniciativa visa assegurar a publicação diária do jornal durante os meses de Abril e Maio – que se pensam serem os mais difíceis da pandemia – em que a receita de publicidade caiu fortemente. O valor de 30 mil euros, 15 mil em cada um destes dois meses, corresponde a cerca de 30% dos custos da publicação neste período.

Além de quase uma centena de leitores, O SETUBALENSE tem contado com o apoio de diversas empresas e outras entidades, como a CCEP – Coca-Cola European Partners Portugal, empresa que tem fábrica entre as Cabanas e Azeitão, que doou 2.500 euros, uma multinacional com sede em Setúbal, que prefere não ser identificada, entre várias outras.

Para participar vá ao site do jornal, ligue 265 094 353 ou entre directamente na plataforma em ppl.pt/causa/osetubalense.

Comentários

- Pub -