Setubalense Rob Reinaldo coordena equipa de segurança de testes à Covid-19 em Inglaterra

31
visualizações

Emigrado há 16 anos, setubalense acompanha os jogos do Vitória FC no café Sado ou através do telemóvel

 

- Pub -

Nascido e criado no bairro do Viso, em Setúbal, Rob Reinaldo está emigrado em Peterborough, Inglaterra, há 16 anos, cidade onde divide os seus dias entre o culturismo, a nutrição e a profissão de segurança. Com a nova pandemia, passou a coordenar a equipa de segurança de um dos maiores centros de testes de despiste à Covid-19 no país.

A trabalhar cerca de 12 horas diariamente, Rob Reinaldo conta a O SETUBALENSE que “os dias são cansativos” porque realizam o teste “milhares de pessoas por dia”. O centro de testes, com uma capacidade diária para receber “2 000 pessoas”, abriu esta semana à população, pois apenas profissionais de saúde podiam realizar o exame no local. Para o efeito, as pessoas deslocam-se na sua viatura ou a pé e “são elas quem realizam o teste, acompanhadas através do telemóvel por profissionais de saúde”. Por este motivo “o segurança tem um papel importante. Deve ser vigilante e tem de ser o intermediário de quem não sabe seguir as instruções”, acrescenta.

Para além de segurança, continua a dedicar-se ao culturismo, desporto onde conquistou diversos títulos de excelência. Trabalha, agora, “como treinador e nutricionista”.

Longe da sua cidade há quase duas décadas, Rob Reinaldo afirma que não se esquece do local onde nasceu. “Tenho família em Setúbal e amigos. Têm todos um lugar especial no meu coração. Setúbal está no meu coração, assim como todos os que carregam a cidade comigo”.

Fã assumido do clube da sua cidade, Vitória Futebol Clube, Rob Reinaldo confessa que não perde um jogo. Quando tem oportunidade, assiste aos jogos no café Sado, “café em Peterborough onde só vão setubalenses”. “Quando joga o Vitória é uma maluquice”, revela. Mas, infelizmente, quando o clube joga encontra-se quase sempre em trabalho. Por este motivo, tenta acompanhar “através do telemóvel”, prática que levou a que os seus colegas “queiram saber de onde é o clube e a cidade”.

Por saber que é adepto, a sogra de Rob Reinaldo identificou-o numa fotografia de uma máscara personalizada com o emblema do clube. Quando a viu, afirmou: “Eu quero uma destas”. “Todos os meus colegas querem saber o significado e a história. Tornou-se uma imagem positiva pois mostra curiosidade”.

Para além de acompanhar os jogos, o culturista acompanha o percurso do amigo Zequinha, jogador do Vitória FC. “Conheço-o desde os 16 anos. Temos uma boa amizade. Trocamos mensagens regularmente. Eu dou-lhe apoio e ele dá-me a mim. Acho que ele é um ponto de referência no Vitória e é uma pessoa que representa o carisma do clube”. Em entrevista a O SETUBALENSE, Rob Reinaldo deixou uma mensagem ao amigo: “Para o Zequinha, quero dizer que tens de marcar pelo menos um golo em todos os jogos”.

Em resposta, o avançado do Vitória FC retorquiu através da rede social Instagram, na qual afirmou que está a dever um golo a Rob Reinaldo. “Mereces tudo o que conquistaste e com humildade e foco tenho a certeza que melhores coisas virão. Estamos juntos e estou a dever-te um golo”, lê-se na mensagem de Zequinha.

Maria Carolina Coelho
Mário Rui Sobral

Comentários

- Pub -