Professor do Politécnico de Setúbal marca presença no World Intelligence Congress

64
visualizações

Coordenador da Oficina Lu Ban Portuguesa apresentou uma palestra sobre o papel da inteligência artificial no combate à Covid-19

 

- Pub -

 

José Lucas, docente do Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) e coordenador da Oficina Lu Ban Portuguesa, instalada na Escola Superior de Tecnologia de Setúbal (ESTS/IPS) participou como orador convidado do 4º World Intelligence Congress, que decorreu em formato online em Tianjin, na China, entre 23 e 24 de Junho, subordinado ao tema “Novos Sistemas de Inteligência, Inovação, Energização e Ecologia”, na tradução livre.

Durante o congresso, o docente participou como palestrante no evento “Intelligence New Era: Innovation, Energization and Ecology”, onde se discutiu o papel vital que a inteligência artificial tem desempenhado na luta contra a pandemia de Covid-19, “sendo hoje uma força motriz do desenvolvimento científico e tecnológico”, destaca o IPS em comunicado.

No decorrer do congresso, que incluiu mais de 300 oradores, para uma audiência de cerca de 300 mil pessoas, o responsável pela Oficina Lu Ban, laboratório de processos industriais 4.0 construído em parceria com a Escola Vocacional de Mecânica e Eletricidade de Tianjin (TVCME), destacou ainda a parceria que o IPS continua a fortalecer com a China.

Uma parceria que tem permitido desenvolver “sistemas ciber-físicos e capacidades de inteligência digital distribuída”, refere o Politécnico de Setúbal em comunicado. Actividade que está a contribui para “formar profissionais altamente qualificados nas mais recentes tecnologias, conceitos e metodologias”.

O World Intelligence Congress (WIC) realiza-se desde 2017, sendo considerado a nível mundial um evento de nível superior nas áreas da ciência e tecnologia para debate e intercâmbio entre investigadores. Um evento realizado com o objectivo de impulsionar a profunda integração da inteligência artificial com o desenvolvimento económico e social.

Comentários

- Pub -