Autarquia de Alcácer do Sal avança com esterilização de gatos errantes do concelho

15
visualizações

Iniciativa criada em conjunto com Associação Animais de Rua abrangeu no passado fim-de-semana 82 animais

 

- Pub -

A Câmara Municipal de Alcácer do Sal, em conjunto com a Associação Animais de Rua, com quem assinou um protocolo de colaboração, avançou no passado fim-de-semana, 27 e 28 de Junho, com a esterilização de 82 gatos errantes capturados “na Comporta, no Cambado, no Possanco, na Carrasqueira e na cidade”. A iniciativa, que aconteceu “pela primeira vez no concelho alcacerense”, foi desenvolvida “com vista ao controlo populacional dos animais errantes e silvestres” existentes em Alcácer do Sal, releva a autarquia em comunicado.

O concretização do “projecto de grande dimensão”, “seguido de perto pelo vereador Manuel Vítor de Jesus”, encontra-se inserido “no programa Capturar-Esterilizar-Devolver (CED), um método humano e eficaz de controlo de colónias de gatos e de redução da população felina, sendo os animais esterilizados ainda identificados electronicamente com microchip, desparasitados interna e externamente e vacinados para a raiva”.

Para a sua identificação, “os gatos esterilizados estão a ser devolvidos com um pequeno corte na orelha esquerda, marca internacional que os identifica do tratamento recebido”. A Associação Animais de Rua, criada para “tentar minorar o sofrimento destes animais sem lar e evitar que nasçam outros nestas condições”, “distribuiu, ainda, ração pelas cuidadoras das colónias”.

“A existência de numerosos gatos errantes não esterilizados, além de ser prejudicial ao bem-estar dos animais, causa problemas aos munícipes associados à sua elevada reprodução, focos de insalubridade, ruído e odores produzidos. Estudos demonstram que quando numa dada área geográfica 70% dos gatos de rua são esterilizados, os nascimentos diminuem e a população estabiliza. Não haverá mais ninhadas e as colónias diminuirão com o tempo”, lê-se na mesma nota divulgada pelo município.

Comentários

- Pub -