Alcácer do Sal vai produzir 300 toneladas anuais de cevada para a Central de Cervejas

51
visualizações
Fotografia de arquivo de Alcácer do Sal

O concelho de Alcácer do Sal, no distrito de Setúbal, vai produzir cerca de 300 toneladas anuais de cevada dística para a Central de Cervejas, numa área total de 100 hectares, informou hoje a câmara municipal.

- Pub -

O projecto, que começou a ser desenhado em 2019, vai ser implementado por produtores de arroz da zona do Vale do Sado, com garantia de aquisição da produção pela Central de Cervejas, indicou o município em comunicado hoje enviado à agência Lusa.

“A Central de Cervejas vai criar uma fileira de produção de cevada dística no concelho de Alcácer do Sal com a implantação de uma área total de 100 hectares de produção de cevada, distribuídos por três produtores agrícolas e com uma estimativa de produção anual total de 300 toneladas de cevada dística”, lê-se no comunicado.

A iniciativa conjunta, segundo a autarquia alentejana, surge como resposta ao problema de escassez de água que a zona do Vale do Sado tem sofrido nos últimos anos, “acrescido dos constrangimentos de acesso a água em 2020, como consequência de obras a decorrer nos canais de rega, o que afetou negativamente a produção de arroz”.

A criação da nova fileira de cevada em Alcácer do Sal, no litoral alentejano, constitui também “uma oportunidade para os produtores agrícolas desta região mitigarem os efeitos da situação de crise dos últimos anos, através deste rendimento alternativo, e, simultaneamente, uma diversificação agrícola a longo prazo, através da implementação de uma cultura de sequeiro”, referiu o município.

O projeto envolve também o APARROZ – Agrupamento de Produtores de Arroz do Vale do Sado, através da prestação de serviços de beneficiação e armazenamento do cereal.

Lusa

Comentários

- Pub -