Missa de sufrágio celebrada amanhã na Sé em memória de D. Manuel Martins

19
visualizações

D. Manuel Martins, primeiro Bispo de Setúbal, faleceu há três anos, aos 90 anos de idade. De forma a “agradecer todo o bem que deixou por cá e por onde andou”, vai ser amanhã celebrada uma Missa de sufrágio em sua memória, pelas 18h00, na Sé Catedral de Setúbal, explicou Eugénio Fonseca, presidente da Cáritas Portuguesa, através de comunicado.

- Pub -

Conhecido por muitos como “bispo vermelho” durante a crise dos anos 80 devido às denúncias que fez relativamente a situações de pobreza e de fome na região, D. Manuel Martins, segundo Eugénio Fonseca, afirmava: “Amo muito a diocese de Setúbal. Quero muito ao bom povo de Setúbal”.

Nascido no dia 20 de Janeiro de 1927, em Leça do Bailio, Matosinhos, Manuel da Silva Martins estudou no seminário do Porto e, mais tarde, na Universidade Gregoriana, em Roma. Durante o Estado Novo, mais precisamente de 1960 a 1969, nos nove anos de exílio do bispo do Porto António Ferreira Gomes, foi pároco de Cedofeita. Posteriormente, em 1975, foi nomeado bispo da diocese de Setúbal, onde permaneceu 23 anos. Foi, também, presidente da comissão episcopal da Acção Social e Caritativa, da Comissão Episcopal das Migrações e Turismo e da secção portuguesa da Pax Christi.

Comentários

- Pub -