30 Novembro 2020, Segunda-feira
- PUB -
Início Sociedade Ministro diz que Governo vai estudar viabilidade de terceira ponte sobre o...

Ministro diz que Governo vai estudar viabilidade de terceira ponte sobre o Tejo, mas falta financiamento

O ministro das Infraestruturas e da Habitação disse hoje que o Governo vai estudar a viabilidade técnica e financeira de uma terceira ponte sobre o rio Tejo, que considerou ser “muito importante”, mas não prioritária, por falta de financiamento.

- PUB -

“Temos previsto um estudo de viabilidade da terceira travessia do Tejo, isso está nos nossos planos e no PNI [Programa Nacional de Investimentos] 2030, é um dos ajustamentos que fizemos face ao que tinha saído do parlamento. Mas ainda não temos dinheiro, portanto vamos ser realistas. Achamos que é importante, vai ser estudada a viabilidade técnica e financeira do projeto, mas vamos ter de continuar a debater isto”, afirmou Pedro Nuno Santos.

Falando na Comissão de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação, durante uma audição conjunta com o ministro e Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, o ministro das Infraestruturas reconheceu que “a questão é o financiamento”.

“Não tenho dúvidas nenhumas que a terceira travessia do Tejo é muito importante para a estruturação da nossa rede ferroviária e nós conseguiríamos, só com aquela ligação, tirar quase três quartos de hora à ligação ao Algarve ou mesmo a Madrid, por Lisboa. Já nem estou a falar da Península de Setúbal, que obviamente seria beneficiada, mas os ganhos em termos de tempo são, de facto, muito relevantes entre a parte a norte do Tejo e a parte sul do país e mesmo, a ligação a Espanha. Mas há uma definição de prioridades e elas estão definidas”, sustentou.

- PUB -

Para Pedro Nuno Santos, essencial é definir “as próximas apostas no que diz respeito a novas ligações” ferroviárias, sendo que, para o Governo, “Lisboa/Porto é uma prioridade”, apesar de ser “um investimento muito dispendioso”: “Achamos que é possível ligar Lisboa e o Porto em 01:15/01:20 e isso mudará a forma como as duas áreas metropolitanas se relacionam e com grande impacto para o país”, salientou.

Outra das prioridades do executivo é a ligação ferroviária entre o Porto e Vigo, que atualmente demora duas horas e que, “com algum investimento”, o ministro diz ser possível “reduzir numa hora”.

Na opinião do ministro, outro “debate muito importante” a ter é a ligação entre Portugal e Madrid, que “não tem de se fazer apenas a sul do Tejo”, porque é “fundamental que o Norte e o Centro se sintam ligados à rede transeuropeia de alta velocidade”.

- PUB -

Neste âmbito, o ministro das Infraestruturas destacou a importância da elaboração do Plano Ferroviário Nacional, cuja inexistência considerou ser “uma falha na estratégia ferroviária” nacional, “que faz com que ciclo após ciclo de investimento se esteja a decidir o que se vai fazer”.

“Nós precisamos de ter um Plano Ferroviário Nacional, esse é um dos nossos objetivos. Por isso, [assumimos] o compromisso de começar a fazer um debate nacional já a partir de janeiro, que terminará com um debate parlamentar e votação no parlamento do Plano Ferroviário Nacional, que nos permitirá a todos definir os objetivos em termos de rede ferroviária nacional e ter uma visão estratégica do que é a ferrovia nos próximos anos”.

Lusa

 

- PUB -

Mais populares

St. Peter’s: Investimento de 4,6 milhões abre a porta a mais de 200 alunos

Novo edifício projectado para Setembro de 2021 permitirá também ao colégio ter alunos em regime de internato Nas actuais instalações, na Volta da Pedra, Palmela,...

Investigador do Politécnico de Setúbal entre os mais citados em todo o mundo

O professor Vítor Pires é um dos 37 portugueses que integram a lista especial da Universidade de Stanford   Vítor Fernão Pires, docente da Escola Superior...

Denúncia de alegada fraude fiscal de Paulo Rodrigues seguiu para as Finanças

Em causa as comissões recebidas pelo agora presidente do Vitória quando era empresário.   O SETUBALENSE teve acesso à documentação remetida esta semana por um sócio...
- PUB -