4 Março 2021, Quinta-feira
- PUB -
Início Sociedade Navigator cede parcelas do seu território para protecção e desenvolvimento da apicultura

Navigator cede parcelas do seu território para protecção e desenvolvimento da apicultura

Fracções do “património florestal” foram facultadas à Federação Nacional dos Apicultores de Portugal

 

- PUB -

A The Navigator Company, com fábrica sediada em Setúbal, no Parque Industrial da Mitrena, estabeleceu recentemente um protocolo de colaboração com a Federação Nacional dos Apicultores de Portugal (FNAP), no qual se comprometeu a ceder, “a título temporário e gratuito, parcelas que integram o [seu] património florestal” para a “defesa, protecção e desenvolvimento” da apicultura, referiu a empresa em comunicado.

A parceria com “uma das maiores entidades representante dos apicultores portugueses, que tem filiadas diversas organizações no País”, vai igualmente potenciar “a qualidade do pólen e do mel, enquanto se desenvolve uma gestão florestal eficiente e sustentável”. Pretende, ainda, assegurar “uma maior vigilância dos espaços e valorizar o envolvimento com as comunidades e associações locais”, uma vez que a “manutenção da apicultura contribui para uma maior presença humana nas florestas”.

Tendo as abelhas “um papel fundamental no equilíbrio do ecossistema, já que sem elas não existiriam parte dos produtos agrícolas necessários para consumo humano e para alimentar os animais”, a empresa decidiu, ainda, assumir a responsabilidade de “que a zona de colocação dos apiários, assim como as zonas de acesso, é mantida limpa dos sobrantes resultantes da actividade silvícola, garantindo, também, a correcta formação dos seus técnicos e operadores florestais”.

- PUB -

“Entre todos os polinizadores, as abelhas são responsáveis por cerca de 80% da polinização dos alimentos disponíveis para o Homem e para os animais. Além disso, são, também, enquanto agentes polinizadores, responsáveis por garantir a conservação da biodiversidade”. A colaboração vai, ainda, permitir proteger os animais, visto que “as abelhas estão entre as espécies que se encontram em risco de extinção na Europa”. “Os factores que podem contribuir para esta realidade são a poluição, a degradação de habitats, a utilização de alguns pesticidas e as alterações climáticas”.

Já “a gestão das parcelas para renovação de pastagens, eliminação de restolho e gestão de massas combustíveis” ficará também a seu cargo, recorrendo para o efeito “a práticas sustentáveis físicas e mecânicas, sem prejuízo para o pastoreio apícola”. “É possível valorizar, através da actividade apícola, produtos florestais não lenhosos como o mel, o pólen e a própolis”.

“Nas florestas sob gestão da The Navigator Company estão, actualmente, identificadas 235 espécies de fauna e 740 espécies de flora, incluindo várias espécies protegidas e endémicas”.

- PUB -

 

- PUB -

Mais populares

CDU vai lançar André Martins à presidência da Câmara Municipal de Setúbal

A CDU vai avançar com André Martins como candidato à presidência da Câmara Municipal de Setúbal nas autárquicas deste ano. O nome do actual...

Incêndio destrói cozinha de habitação na Avenida Bento Gonçalves

Um incêndio deflagrou hoje numa habitação situada na Avenida Bento Gonçalves, em Setúbal, tendo provocado a destruição completa da respectiva cozinha, uma vez que...

Joaquim Maia deu a volta à tragédia para ajudar atletas a vencerem na pista

A vida pregou-lhe uma má partida, mas não se deixou vencer. Hoje é treinador e já ajudou a lançar atletas de alta competição     No campo...
- PUB -