Distrito de Setúbal terá 80 casos confirmados de Covid-19, mas serão mais

265
visualizações
Fotografia Alex Gaspar

Almada é o concelho do distrito com mais casos Covid-19 confirmados. A seguir vem o concelho do Seixal

Nos últimos dados publicados pela Direcção Geral de Saúde (DGS), às 12h00 de ontem, o distrito de Setúbal teria 80 casos confirmados de Covid-19. No entanto, são números que não podem ser considerados como fiáveis uma vez que, como a própria DGS assume, reporta apenas “54% dos casos confirmados”.

- Pub -

Esta foi a primeira vez que esta entidade publicou dados estratificados por concelho, dai “justificar” a falta de correspondência entre situações. Contactada por O SETUBALENSE, fonte da DGS confirma que coligir os dados concelho a concelho não tem sido fácil, pelo que estaria a preparar um boletim informativo mais actualizado.

Tendo por base o primeiro documento, verifica-se que, por exemplo, o concelho de Palmela é o único concelho da Área Metropolitana de Lisboa (AML), entre os 18, que não apresenta casos de contaminação do novo coronavírus, o que não é verdade.

Contactado por O SETUBALENSE, o presidente da Câmara Municipal, Álvaro Amaro, confirma que “existem casos”, e ele próprio diz que os números apresentados pela DGS “estão errados”. Por enquanto, não avança quantos os contagiados no concelho, uma vez que aguarda que a DGS apure dados certos, “para não existirem informações discrepantes”, afirma.

Outro concelho onde os números, comprovados por fontes oficiais a O SETUBALENSE, não batem certo é o de Setúbal. A DGS indica 7 casos no concelho, mas outras informações apontam 9 casos.

Esta diferença é muito mais notória quando se analisa o número de infectados na AML. O quadro indica 852 pessoas, mas na estratificação por concelhos, o somatório é 420 casos, o que poderá estar a par com a grande margem de erro apontada, a referida 54%.
Voltando ao distrito de Setúbal, na base da DGS, verifica-se que o concelho de Almada é o que apresenta mais confirmações Covid-19, com 31 pessoas infectadas. Segue-se o Seixal com 21 pessoas, depois vem Setúbal com 7 casos, mas serão 9, enquanto Barreio e Montijo têm 5 casos, cada. Com 4 casos indicados de Covid-19, por cada um, está Sesimbra e o concelho da Moita.

Alcochete regista 3 pessoas infectadas, um número confirmado pelo presidente da Câmara, Fernando Pinto, que indica serem “profissionais em vida activa, compreendidos entre os 50 e os 65 anos”, que estão “em isolamento”. Diz ainda o autarca que estes casos são “importados”, portanto, resultantes de “contágio fora do concelho”.

Ainda seguindo os dados divulgados pela DGS, os concelhos alentejanos do distrito de Setúbal não apresentam casos. São Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém e Sines.

A nível nacional, até às 12h00 de ontem, existiam 15 474 casos de suspeita, enquanto que confirmados com Covid-19 eram 2 362. Não confirmados eram 11 329 e a aguardar resultado laboratorial 1 783. Pessoas que recuperaram era 22 e óbitos 33. Quanto a contactos em vigilância pelas autoridades de saúde eram 1 1842.

O Norte do país, com 1 130 casos, é o que apresenta maior índice de pessoas contagiadas com o novo coronavírus, assim como mais mortes, 14.

Com Mário Rui Sobral

Comentários

- Pub -