Distrito tem 392 infectados e Almada destaca-se com 111

131
visualizações

O número de infectados com Covid-19 no Distrito de Setúbal cresceu para 392 (+ 33 casos em relação à véspera), segundo o relatório da Direcção-Geral da Saúde (DGS) divulgado ao final da manhã de hoje.

- Pub -

Almada foi o concelho da região que registou maior subida de casos confirmados na região, destacando-se ainda mais na liderança da listagem da DGS. Apresenta agora 111 pessoas infectadas (+20 do que na véspera).

Seguem-se Seixal com 96 casos positivos (+4), Barreiro com 54 (+1), Setúbal com 36 (+2), Moita com 30 (+1), Montijo com 22 (manteve os casos do dia anterior), Sesimbra com 12 (+2) e Palmela com os mesmos 11 infectados da véspera.

Abaixo da dezena encontram-se Alcochete com 7 (+2), Santiago do Cacém que continua com 6 infectados, Sines com 4 (+1) e Grândola com 3 (manteve).

Alcácer do Sal é o único concelho do distrito que continua sem aparecer nos números da DGS, que reportam somente a 79% dos casos confirmados.

A região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) apresenta 54 mortos (+3) e 2 513 casos positivos (+166). Os casos recuperados na LVT voltam a não surgir no relatório.

Mais 7 recuperados
Em termos globais, ainda segundo a DGS, em Portugal há agora a lamentar 266 mortes (+20 do que na véspera). O número de casos confirmados cresceu para 10 524 (+638). Destes estão hospitalizados 1 075 (+17), 251 dos quais nos cuidados intensivos (+6).

Animador é o número de recuperados ter aumentado para 75 (+17). Em vigilância médica estão 22 858 pessoas (+302), sendo que 5 518 (+126 do que no dia anterior) esperam o resultado do teste.
Os casos suspeitos subiram para 81 087 (+6 710).

Comentários

- Pub -