Barreiro inicia 700 testes junto de quem presta serviços de segurança e socorro

34
visualizações
Hospital de Campanha no Centro Hospitalar Barreiro Montijo

Medida estende-se a cidadãos que asseguram tarefas consideradas essenciais

 

- Pub -

 

O município do Barreiro deu início esta semana a 700 testes ao Covid-19, junto de quem assegura o socorro à população, bem como às forças de segurança e pessoas que prestam diariamente tarefas consideradas essenciais “para garantir a capacidade operacional” do concelho. A medida inclui parte dos trabalhadores da autarquia e das freguesias, dos Transportes Colectivos, Bombeiros, PSP, GNR e Autoridade Marítima, com vista a possibilitar “a segurança de quem anda na rua por todos nós”, destaca a câmara municipal.

Nos últimos dias, têm ainda sido efectuadas um conjunto de acções de sensibilização para que todos respeitem o estado de emergência. “O civismo de cada um é a melhor arma”, acrescenta a autarquia, que volta a apelar a toda a população para se manter dentro de casa. Entretanto, nesta segunda-feira, a edilidade entregou ao Hospital Nossa Senhora do Rosário 100 litros de etanol e 200 litros de um total de 360 de álcool gel distribuídos também pela autarquia e serviços municipalizados dos TCB, para além das corporações de bombeiros.

Recorde-se que o executivo tomou recentemente um conjunto de 24 medidas, propostas pelas diferentes forças políticas em sessão camarária, todas aprovadas por unanimidade e que vão estar em vigor até final do mês de Junho, com o “objectivo de fazer face aos constrangimentos resultantes dos efeitos pandémicos do Covid-19”. Entre as medidas adoptadas estão, entre outras, a isenção do pagamento das rendas das habitações sociais à autarquia, num total de quatro meses, bem como as rendas dos mercados municipais (grossista e retalhista), e ainda a taxa de venda ambulante até final do primeiro semestre deste ano.

Dado que as esplanadas se encontram encerradas ao público, o município decidiu ainda isentar os comerciantes dos referidos valores desde o passado dia 17 de Março. As propostas aprovadas contemplaram ainda o apoio e promoção do serviço ‘take-away’ da restauração local, para que, de forma segura, aqueles estabelecimentos possam “ajudar à manutenção da actividade comercial” no Barreiro.

Movimento associativo vai receber apoio extraordinário

Para que o movimento associativo do concelho possa “cumprir as suas obrigações, tendo em conta a inexistência de actividade”, a autarquia barreirense aprovou igualmente um apoio extraordinário a estas instituições e disponibilizou o número de carreiras dos TCB que considera “necessárias” para que seja garantido o cumprimento das regras de segurança sanitárias e a distância entre passageiros. Na lista das decisões aprovadas pelo executivo está também o anúncio da criação de uma linha de apoio e acompanhamento dos idosos isolados e que se encontram sós, que pode ser feita por psicólogos em regime de voluntariado.

Comentários

- Pub -