Crowdfunding. Campanha do jornal volta a mexer

66
visualizações

Leitores ajudam a manter publicação em tempo de pandemia

 

- Pub -

A campanha de crowdfunding, recolha de fundos, que O SETUBALENSE tem em curso, voltou ontem a receber donativos de vários leitores, após vários dias de quase estagnação.

Regina Marques, dirigente do Movimento democrático de Mulheres (MDM) e antiga vereadora da Câmara de Setúbal, eleita pelo PCP, foi uma das pessoas que participou ontem, com a generosa doação de 100 euros. Arlindo Mota, da Universidade Sénior de Setúbal (UNISETI), contribuiu com 25 euros. Ana Cristina Bento e Margarida Domingos, com 10 euros cada, são mais duas apoiantes de ontem.


A campanha quase estagnou, nos últimos dias da semana passada, mas após o apelo do jornal para o reforço da ajuda, não só voltou a mexer como registámos o esforço de quem já tinha feito uma primeira contribuição.

Foi o caso de Albérico Afonso Costa, conhecido historiador de Setúbal, professor do IPS, que já tinha contribuído e reforçou agora a sua ajuda com mais 20 euros. De referir que Albérico Costa é também colaborador do jornal, no livro que estamos a fazer para assinalar os 165 anos d’OSETUBALENSE, como coordenador da obra.

Com mais estes donativos, a campanha vai agora nos 13.502 euros, sendo que na plataforma PPL Crowdfunding Portugal foram doados 5.577 euros. Os restantes 7925 euros chegaram directamente ao jornal, sobretudo através de empresas na forma de aquisição de publicidade.

Até à data os montantes mais elevados doados directamente na plataforma foram os dos fundadores da Fundação Buehler-Brockaus (2.000 euros) e de um empresário sadino que quer manter anonimato (mil euros). Por parte das empresas recebemos apoio de uma multinacional de Setúbal, da Ambilital, CVRPS, e de Luís Veiga da EAD.

Para mais informações entre no site do jornal ou ligue 265 094 354. O SETUBALENSE agradece a todos os apoiantes.

Comentários

- Pub -