PS Moita sugere regresso à normalidade com mais apoios para famílias e empresas

49
visualizações

Ultrapassado o estado de emergência, autarquia deve apoiar comércio local e fazer campanha sobre as recomendações de saúde pública que a população deve seguir. Distribuição de kit’s com equipamentos de protecção contra a Covid-19 também faz parte das sugestões dos vereadores socialistas da Câmara da Moita.

 

- Pub -

Os vereadores do Partido Socialista que desempenham funções na Câmara da Moita emitiram uma declaração sobre o que consideram ser recomendações essenciais a adoptar no concelho, durante o regresso à normalidade, após o estado de emergência. Recorde-se que, no dia 14 de Abril, em comunicado, os vereadores consideraram que as medidas aprovadas pela Câmara, para fazer face à pandemia, “poderiam ser mais ambiciosas” e ter sido “implementadas há mais tempo”.

Entre as novas recomendações apresentadas pelos socialistas estão áreas como: a educação; o apoio a lares e utentes; uma campanha de comunicação; distribuição de equipamentos de protecção; abertura de serviços públicos com segurança e apoio a empresas.

Na educação, os vereadores do PS consideram que “as famílias e os professores, veem-se a braços com novas modalidades de estudo, que exigem novos recursos nem sempre disponíveis”. Motivo pelo qual o município deveria estar disponível para “facilitar o acesso a elementos de estudo, como fotocópias ou outras”.

No apoio social, os socialistas defendem que é preciso desenvolver novas estratégias de proximidade entre os utentes dos lares e as respectivas famílias, “através de videocontactos”.

No regresso à normalidade os vereadores do PS defendem ainda que os serviços municipais de atendimento ao público devem ter “balcões com protecção em acrílico”. E todo o concelho deveria ser palco de uma campanha de comunicação, “com vista à interiorização da prática de comportamentos de prevenção”.

Uma campanha na qual estaria também incluida a distribuição de equipamentos de proteção individual, sendo o pequeno comércio um dos alvos principais.

Precisamente sobre o comércio local, os socialistas consideram que a autarquia deve desenvolver campanhas de incentivo à compra nestes estabelecimentos.

Comentários

- Pub -