Covid-19: Testes concluídos até final da semana em lares e creches de Setúbal

37
visualizações
Praça do Bocage, em Setúbal

As entidades regionais da Protecção Civil, Saúde e Segurança Social deverão realizar hoje mais de 255 testes em diversas estruturas residenciais para pessoas idosas (ERPIS), em Azeitão, disse à agência Lusa o coordenador da Proteção Civil Municipal de Setúbal.

- Pub -

Segundo José Luís Bucho, no âmbito da campanha de rastreio em espaços sem registo de infeção de Covid-19, “está prevista a realização de testes em 48 lares e residências, nos quais foram identificados 1.331 trabalhadores”.

Na semana passada, as equipas constituídas por elementos da Proteção Civil, Saúde e Segurança Social tinham já assegurado a realização de um total de 626 testes no âmbito do rastreio da Covid-19 no concelho de Setúbal.

Segundo informou hoje a Câmara Municipal de Setúbal, “os testes de rastreio da covid-19 ao pessoal das ERPIS e de apoio domiciliário da região metropolitana de Lisboa, incluindo Setúbal, encontram-se quase concluídos, duas semanas após o início de visitas a estes equipamentos sociais”.

“Em reunião de balanço, realizada no dia 8, foi realçada a capacidade de organização, o espírito de cooperação e a eficácia da metodologia usada para se concretizar o rastreio aos profissionais de prestação de cuidados de saúde nos estabelecimentos residenciais de apoio social para idosos e serviços de apoio domiciliário”, sublinha o município sadino.

Ainda de acordo com a autarquia, depois do rastreio das ERPIS, os responsáveis da Proteção Civil, Saúde e Segurança Social pretendem avançar, de imediato, para a realização de “testes aos profissionais que trabalham nas creches, tendo em conta que o Governo definiu um período de transição, entre 18 de maio e 1 de junho, para a abertura destes estabelecimentos educativos”.

“A realização de testes aos trabalhadores das creches ocorrerá em simultâneo com a dos profissionais dos lares ainda por efetuar, prevendo-se a conclusão até ao final da próxima semana”, refere a Câmara Municipal de Setúbal.

Lusa

Comentários

- Pub -