António Mendes reeleito presidente da distrital do PS com resultado arrasador

86
visualizações

Logo após a vitória, o socialista assumiu o objectivo de tornar o PS na primeira força política autárquica na região em 2021 e, dentro dessa estratégia, reconquistar a Câmara de Setúbal. “Vamos ter uma candidatura muito forte à capital do distrito”, prometeu

 

- Pub -

António Mendonça Mendes foi esta sexta-feira reeleito para um terceiro mandato (de dois anos) na presidência da Federação Distrital de Setúbal do Partido Socialista com quase 90% dos votos. António Mendes obteve 1116 votos contra os 138 da candidatura encabeçada por Carlos Gordo, registando-se ainda 11 votos em branco e nove nulos.

O triunfo expressivo nas eleições, que decorreram nas 13 concelhias do partido, permitiu ao socialista eleger 177 delegados ao Congresso Federativo que terá lugar em Alcácer do Sal, em Setembro próximo, em data ainda a definir. Carlos Gordo elegeu apenas 10 delegados. O congresso a realizar na referida cidade do litoral alentejano servirá para eleger os órgãos distritais do partido – comissão política distrital, comissão de jurisdição e comissão de fiscalização económica financeira.

Para António Mendes o resultado foi “esclarecedor e reflecte a confiança dos militantes no projecto” que tem vindo a ser dinamizado pela distrital de Setúbal. “Não me surpreende, porque tenho um trabalho de muita proximidade com os militantes. Este resultado representa o reconhecimento dos militantes neste trabalho”, disse António Mendes, assumindo ainda aquele que será o principal objectivo a atingir nas autárquicas do próximo ano.

“Queremos ganhar a maioria das autarquias no distrito. Passarmos a ser a primeira força política autárquica no distrito e, dentro dessa estratégia, vencer a Câmara de Setúbal. E isso quer dizer que vamos ter uma candidatura muito forte à capital do distrito”, avançou, justificando de seguida: “Setúbal, porque o PS já não é poder há 20 anos e é tempo de a gestão do PCP deixar de usar o PS como desculpa para as suas insuficiências”.

Concelhia de Setúbal

Na concelhia de Setúbal, António Mendes alcançou 125 votos e Carlos Gordo apenas sete, registando-se quatro votos em branco e dois nulos. A candidatura de Mendes elegeu os 25 delegados ao congresso em disputa.

Paulo Lopes, líder desta estrutura concelhia, reforça o discurso do presidente da distrital agora reeleito, considerando que o resultado de António Mendes “expressa aquilo que foi o trabalho da distrital em sintonia com as concelhias e os resultados verificados nas últimas europeias e legislativas”.

É também, acrescenta, o caminho que “deve conduzir o PS à vitória nas autárquicas”, no distrito, e “mostra bem a determinação da concelhia e da federação socialista em ganhar a Câmara Municipal de Setúbal”, vincou, juntando a concluir: “É para isso que trabalhamos todos os dias.”

Comentários

- Pub -