Escola Conde Ferreira vai acolher sede da Universidade da Terceira Idade

40
visualizações

Instituição integra cerca de 800 alunos, que frequentam um total de 42 disciplinas

 

- Pub -

A histórica Escola Conde de Ferreira, situada na zona antiga da cidade do Barreiro, junto à Avenida Bento Gonçalves, vai acolher a sede da Universidade da Terceira Idade do Barreiro (UTIB), revelou o presidente do município, Frederico Rosa, durante a última reunião daquele executivo.

A decisão surge de uma necessidade identificada há alguns anos pela autarquia local e reivindicada, tanto pela equipa que coordena a universidade, como pelos próprios formadores e alunos que a frequentam. “A Câmara vai assumir o projecto e já o tem em orçamento, visando a requalificação e a adaptação do espaço e de todas as suas salas, para o colocar ao serviço da comunidade, servindo de sede a este projecto educativo”, acrescentou o autarca.

Sara Ferreira, vereadora com o pelouro da Educação na Câmara do Barreiro, em declarações a O SETUBALENSE, afirma que a recuperação do espaço faz “todo o sentido, por agregar a maioria das aulas”, permitindo assim “o convívio de alunos e a partilha de informação, fundamental para que este projecto continue a crescer”.

A responsável explicou que a instalação da UTIB naquele edifício, surgiu no seguimento de conversas entre a autarquia e a RUMO – Cooperativa de Solidariedade Social, tendo se constatado que “o modelo de funcionamento perspectivado para aquela escola, não estava a colher os frutos” inicialmente previstos. “Tratando-se de um espaço que já era uma escola, o tipo de intervenção necessária passa por uma melhoria das condições das instalações, sendo que a RUMO fez muitas obras, tendo renovado completamente algumas salas e feito algum trabalho ao nível das casas de banho, pelo que a nossa interveniência será na continuação de todo esse trabalho”, acrescentou.

“Calculamos que seja uma obra rápida, mas, depois disso, e até por questões associadas à pandemia, ainda não sabemos quando é que a UTIB estará em condições de retomar a sua actividade, porque normalmente os idosos são um grupo de risco e teremos de ter todas as situações de segurança salvaguardadas”, realçou, sem apontar uma data prevista para o arranque dos trabalhos.

Ainda assim, Sara Ferreira destaca que a decisão estará sempre dependente do início do ano lectivo. “Se tudo estiver a correr melhor, tal como esperamos, tentaremos que tudo continue a decorrer da mesma forma”, mas, em caso contrário, “vamos ter que adaptar algumas aulas a uma outra forma, para que se evite quebrar o vínculo dos alunos com a UTIB”, disse.

Actualmente, a Universidade da Terceira Idade do Barreiro integra cerca de 800 alunos, divididos por 42 disciplinas, em aulas que decorrem em diversos pontos da cidade. “Só por aí conseguimos perceber a importância da continuação e do desenvolvimento deste projecto”, sublinhou a veredora.

Espaço centenário marca gerações de barreirenses

Recorde-se que a Escola Conde de Ferreira continua a representar um espaço simbólico para várias gerações de barreirenses, por ter sido a primeira escola oficial a surgir naquela comunidade.

Inaugurada em 1870, em consequência das disposições testamentárias do Conde de Ferreira – que mandou edificar 120 escolas por todo o território nacional –, tornou-se numa realidade com a abertura da ala poente, onde se situou a Escola Primária nº 1, com frente para a Rua da Praia, actualmente designada por Avenida Bento Gonçalves.

Em 1977, o edifício foi considerado pelo Estado como sendo de Interesse Histórico. No seguimento desta distinção foi ampliado, sendo ali erguida a ala nascente com a edificação da Escola Feminina nº2, com frente para a Rua Joaquim António de Aguiar.

Comentários

- Pub -