Sol da Caparica volta para o ano entre 12 e 15 de Agosto

7
visualizações

Em 2021, o festival está de volta ao Parque Urbano da Costa da Caparica e mantém-se fiel à lusofonia e seus ritmos

 

- Pub -

O Sol da Caparica, que já entrou no calendário dos festivais música no país, mas com a particularidade de ser 100% em português, vai ter de falhar este Verão, devido à condição pandémica, mas já tem regresso marcado para o ano.

Para 2021, de 12 a 15 de Agosto, está já marcada a sétima edição do festival O Sol da Caparica, que voltará a trazer ao Parque Urbano da Costa da Caparica quatro dias de muita festa, e vai manter a sua característica da “lusofonia, e seus ritmos, como grande estrela do programa”, avança o Grupo Chiado, promotor do festival, em parceria com a Câmara de Almada.

O que fica por adiantar são nomes do cartaz. Aliás, nem mesmo para edição que estava prevista para este ano foram revelados os artistas que iriam actuar nos dois palcos do recinto.

Embora em Março ainda houvesse a esperança que a Direcção-Geral da Saúde libera-se a realização de festivas, “infelizmente, a notícia que mais temíamos acabou por se tornar real: foi aprovada na especialidade a proposta de Lei do Governo Português que determina a proibição da realização de grandes eventos até 30 de Setembro de 2020”, lembra a organização.

A isto acrescenta, em comunicado, que “apesar da profunda tristeza, estamos conscientes de que esta é a melhor decisão. O sonho da 7.ª edição, do festival que traz o Sol e a Caparica no nome, continua nos dias 12, 13, 14 e 15 de Agosto de 2021, com a certeza de que será incrivelmente memorável para os milhares de portugueses que desde sempre rumaram à localidade almadense para cruzar o cenário perfeito em dias de muito calor, praia e música”.

Segundo a organização, os primeiros nomes que vão compor o programa serão apresentados em breve, sendo que os bilhetes vão estar à venda a partir do próximo dia 12 de Agosto.

No festival de 2019, nos três primeiros dias o Parque Urbano da Costa da Caparica juntou mais de 81 mil pessoas.

Comentários

- Pub -