25 Fevereiro 2021, Quinta-feira
- PUB -
Início Local Setúbal Nova Unidade de Saúde Familiar abre portas até 1 de Setembro no...

Nova Unidade de Saúde Familiar abre portas até 1 de Setembro no Vale do Cobro

Novos serviços podem vir a diminuir número de utentes sem médico de família

 

- PUB -

 

O Centro de Saúde de São Sebastião, em Vale do Cobro, vai integrar, em todo o 1.º piso, a nova Unidade de Saúde Familiar (USF) du Bocage. O equipamento entra em pleno funcionamento até 1 de Setembro, “quer em termos de recursos humanos, quer materiais, com todos os profissionais, médicos, enfermeiros e secretários clínicos”, avançou Augusto Figueiredo Fernandes, coordenador da nova USF.

Uma equipa de seis médicos, seis enfermeiros e cinco secretários clínicos vai acompanhar “aproximadamente 12 500 utentes, estando ainda previsto o alargamento de serviços a mais 3 400 utentes, se forem colocados mais dois médicos, dois enfermeiros e dois assistentes técnicos ou secretários clínicos”.

- PUB -

Situação que está prevista nos objectivos da unidade de saúde e que Augusto Figueiredo Fernandes considera viável, uma vez que, “vai haver agora a colocação de novos especialistas e se houver especialistas que queiram vir para esta unidade, estaremos abertos a isso”, revela.

Entretanto, nas próximas semanas, a nova USF estará “em regime de instalação”, refere o médico. “A mudar e colocar material e à espera de sinalética”. Nas valências da nova Unidade de Saúde Familiar está incluída a saúde do adulto, saúde do idoso, saúde infantil, saúde da mulher, diabetes, hipertensão, coagulação, hipercoagulação e doentes hipocoagulados, além de consultas programadas e consultas abertas.

Mais consultas e médico de família para utentes

- PUB -

A nova Unidade de Saúde Familiar du Bocage foi planeada para aquela área da cidade com o grande objectivo de “diminuir o número de utentes sem médico de família”, especialmente tendo em conta o plano de alargamento da capacidade de resposta previsto, “com a colocação de mais dois médicos”. Até mesmo porque “São Sebastião é um caso ‘sui generis’”, aponta Augusto Figueiredo Fernandes. Naquela área da cidade “50 % dos utentes inscritos no centro de saúde não têm médico de família”. E a extensão de saúde de São Sebastião abrange entre 35 a 40 mil utentes.

Nos objectivos desta unidade, que vem complementar os serviços prestados no Centro de Saúde de São Sebastião, está sobretudo a melhoria dos cuidados de saúde primários prestados à população, “com consultas a tempo e horas, acessibilidade, equidade e melhor articulação com os hospitais”, explica Augusto Figueiredo Fernandes.

- PUB -

Mais populares

Morto a tiro em festa na encosta da Bela Vista

Um homem com cerca de 30 anos morreu este domingo baleado com dois tiros numa festa ilegal que decorria na encosta da Bela Vista,...

Várzea veio colmatar necessidade de antecipar o fecho da estação na 5 de Outubro

TST explica que antiga estação apresentava alguns problemas, inclusive ao nível da logística nos serviços   A empresa Transportes Sul do Tejo (TST) inaugurou há cerca...

Autarquia afasta touradas da Praça de Touros Carlos Relvas

O objectivo do executivo municipal é reforçar a relação da cidade com as zonas histórica e incentivar a reabilitação A Câmara de Setúbal pretende avançar...
- PUB -