6 Março 2021, Sábado
- PUB -
Início Local Barreiro Barreiro investe nove milhões para dinamizar território

Barreiro investe nove milhões para dinamizar território

Câmara aposta em quatro eixos fundamentais para recuperação económica do concelho

 

- PUB -

Para contrariar os efeitos da crise pandémica a Câmara do Barreiro anunciou que vai continuar a apostar no investimento público com um conjunto de projectos avaliados em cerca de nove milhões de euros, que têm por meta dinamizar aquele território. “Este investimento insere-se na nossa estratégia de aposta em quatro eixos essenciais”, explica Rui Braga, vereador do Planeamento e Urbanismo, que acrescenta que o futuro deve passar pela “mobilidade, qualidade de vida, responsabilidade ambiental e oportunidades de investimento privado”.

“Estamos empenhados em transformar o Barreiro na margem certa do rio Tejo para se viver, investir e trabalhar”, afirma o responsável. Os projectos em causa incluem, no âmbito da mobilidade e acessibilidade, a requalificação da zona envolvente aos edifícios do antigo dormitório da CP e Armazém de Víveres, na zona situada junto ao Barreiro A.
O autarca barreirense assegura que a obra “deverá começar ainda este ano, com a renovação da rede de abastecimento de águas e saneamento”, que à semelhança do que O SETUBALENSE havia noticiado, prevê “a criação de um novo centro urbano de cidade”, reforçando a mobilidade pedonal e suprindo barreiras arquitectónicas, para facilitar “a circulação aos transeuntes”, num investimento de 699 mil euros, em resultado de uma candidatura apresentada para a promoção da acessibilidade inclusiva.

De acordo com um comunicado daquela câmara, com “final previsto para Janeiro de 2021” está ainda uma rotunda na intersecção entre a Avenida da Escola dos Fuzileiros Navais, Rua Capitães de Abril e Rua Humberto Delgado, na União de Freguesias de Alto do Seixalinho, Santo André e Verderena. Segundo a edilidade, a empreitada, orçada em 300 mil euros, tem por objectivo “solucionar um dos nós mais críticos de volume de tráfego, numa das principais entradas do concelho”, numa antiga reivindicação da população.

- PUB -

O município adianta que ainda este ano, deverão começar “os trabalhos que vão dar origem a uma nova Avenida da Liberdade, na Verderena, através da construção de uma rotunda no principal acesso à estação dos barcos”, tendo por meta “tornar o tráfego mais fluído, mantendo-se a continuação da ciclovia já existente e o alargamento de passeios que privilegiam o uso pedonal”. Com um prazo de execução de 180 dias, neste caso, os trabalhos estão orçamentados em dois milhões e 500 mil euros.

A autarquia recorda ainda que após a conclusão da empreitada da 1ª fase da Reabilitação Urbanística da Frente Ribeirinha, junto à Rua Miguel Pais, vai arrancar a 2ª fase, que “deverá estar concluída no final deste ano”. Do rol de investimentos fazem parte novos arruamentos rodoviários, bem como pavimentos pedonais, iluminação pública, entre outras obras.

Obras na Escola nº 3 arrancam em Setembro

- PUB -

Ao nível do investimento em desenvolvimento económico e depois do impasse jurídico, a câmara lembra que já foi adjudicada a conclusão das obras na EB1+JI Nº3 do Barreiro, cujo arranque está previsto para o próximo mês de Setembro, num investimento de dois milhões e 80 mil euros, que prevê a ampliação daquele estabelecimento de ensino, que deverá abrir portas no ano lectivo de 2021/2022.

Entretanto, para o último trimestre deste ano e num investimento de 700 mil euros, a autarquia conta avançar com a criação da STARTUP BARREIRO – uma incubadora de empresas a instalar na antiga fábrica de refinação de Azeite, situada nos terrenos do Parque Empresarial Baía do Tejo –, para incentivar “a reabilitação de património, a criação de emprego e o apoio ao desenvolvimento económico”.

5ª Esquadra da PSP avança em Dezembro

No âmbito dos projectos previstos está a construção da 5ª Esquadra da Polícia de Segurança Pública, situada no centro histórico do Barreiro e cuja construção arranca em Dezembro. “Já foram ultrapassados os impasses legais com o empreiteiro, que obrigaram o município a negociar, em conjunto com o Ministério da Administração Interna, uma solução que melhor servisse o interesse público”, refere a edilidade, que lembra que aquele será mais um investimento de um milhão e 200 mil euros na região.

A remodelação das instalações dos serviços operacionais camarários, em Santo André, onde será acomodado o Serviço Municipal de Protecção Civil do Barreiro (750 mil euros) e a construção, ainda este ano, do Polidesportivo da União de Freguesias de Palhais e Coina (60 mil euros), são outros dois projectos municipais a concretizar.

- PUB -

Mais populares

Bombeiros em “guerra de tronos” ameaçam direcção com paralisação de serviços

Direcção já acertou tudo com antigo chefe dos bombeiros do Barreiro para assumir o cargo. Mas o corpo activo do Montijo quer Luís Silva   A...

Joaquim Maia deu a volta à tragédia para ajudar atletas a vencerem na pista

A vida pregou-lhe uma má partida, mas não se deixou vencer. Hoje é treinador e já ajudou a lançar atletas de alta competição     No campo...

CDU vai lançar André Martins à presidência da Câmara Municipal de Setúbal

A CDU vai avançar com André Martins como candidato à presidência da Câmara Municipal de Setúbal nas autárquicas deste ano. O nome do actual...
- PUB -