Freguesia de Palmela recebe seis milhões de euros em investimentos até 2021

48
visualizações

Câmara Municipal tem vindo a atribuir montante para realização de diversos projectos e empreitadas

 

- Pub -

Entre projectos e empreitadas, a Câmara Municipal de Palmela anunciou que, entre 2020 e 2021, vão ser investidos na freguesia de Palmela mais de seis milhões de euros. A decisão, revelada no âmbito das comemorações da Semana da Freguesia de Palmela, assinalada entre os dias 14 e 18 de Setembro, foi tomada com o objectivo de dotar a vila de melhores condições para a população.

Reunidos no dia 15 de Setembro, “os executivos da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia” debateram diversos temas relacionados com o assunto, tais como o dos “espaços verdes, nomeadamente o Jardim Joaquim José Carvalho, a par do trabalho que a Junta de Freguesia tem realizado ao nível do apoio social a famílias carenciadas”, explica o município em comunicado.

Também “o reforço da limpeza urbana foi um dos temas abordados, prevendo-se que, no futuro, esta competência seja descentralizada para a Junta de Freguesia, tal como consensualizado entre as partes”. De acordo com a mesma nota, sobre o “centro histórico, constatou-se a necessidade de continuar a trabalhar na melhoria das calçadas, nomeadamente no Beco da Estrela, na Rua Simões e nas Escadinhas da Boavista, tendo em conta a sua utilização por pessoas idosas e com dificuldade de mobilidade”.

Sobre os investimentos a realizar na rede viária, foram analisadas as “situações de trânsito e estacionamento”, tendo o “executivo municipal informado que já se encontram a ser asfaltadas as Ruas do Lagar e Florbela Espanca, na Volta da Pedra, e a Rua António Roldão, no limite com a freguesia de Poceirão”. “Em estudo prévio encontra-se o asfaltamento da Rua Joaquim Maria Afonso, no Lau, e da Rua José Luís da Silva Camolas, em Palmela”, lê-se no mesmo documento.

Município celebra protocolo para beneficiação da EM 533

No seguimento da Semana da Freguesia de Palmela, a Câmara Municipal celebrou um protocolo com “três empresas sedeadas na Estrada Municipal 533, na zona da Biscaia”, com o intuito de “executar um cruzamento com a Rua José Mestre, zona referenciada como uma das infra-estruturas viárias sujeita a uma forte pressão de trânsito”.

De acordo com nota do município, “as empresas Verdasca & Verdasca, Centro de Reciclagem de Palmela e Zircom propuseram a partilha de custos para a sua execução”, na qual a Verdasca & Verdasca e o Centro de Reciclagem de Palmela vão comparticipar “35% do valor da obra, cada uma”. “Também a Zircom se disponibilizou para contribuir com 10%, cabendo à autarquia comparticipar 20% da obra, orçamentada em 94 mil euros”.

Comentários

- Pub -