29 Novembro 2020, Domingo
- PUB -
Início Local Almada Nova Cacilhas desperta no final do próximo Verão com mais Tejo e...

Nova Cacilhas desperta no final do próximo Verão com mais Tejo e memória

Projecto de Qualificação do Circuito Turístico do rio e abertura ao público das Salgas Romanas. Câmara já aprovou adjudicação

 

- PUB -

As Salgas Romanas de Cacilhas podem ser visitadas a partir do final do Verão do próximo ano, altura em que vai estar concretizado o projecto de visualização deste espaço, frente à fragata Dom Fernando II e Glória, e de Qualificação do Circuito Turístico do Tejo. A adjudicação da empreitada desta obra pública foi aprovada, por unanimidade, na reunião de Câmara da passada segunda-feira.

Nesta intervenção o município vai investir cerca de 2,5 milhões de euros, estando a execução da mesma a cargo da empresa Extraco, Construccións e Proxectos – Sucursal em Portugal -, que tem um prazo estimado de 300 dias para concluir a obra.

- PUB -

Com esta requalificação urbana a autarquia “pretende introduzir uma nova lógica na organização da rede viária e de fluxos pedonais” com o objectivo de “contribuir para a utilização segura e cómoda dos transportes públicos, valorizar a fruição do rio Tejo e das paisagens panorâmicas, desde a baía do Seixal ao perfil recortado pelos casarios de Lisboa, potenciando a dinamização da economia local”.

Este projecto abrange o Largo de Cacilhas e os espaços delimitados pelos edifícios particulares e os edifícios das estações terminais fluvial e do Metro Sul do Tejo, incluindo ainda o primeiro troço da Av. Aliança Povo M.F.A., compreendido entre o Largo e a rotunda no final da Av. 25 de Abril.

Segundo avança a autarquia, a execução comtempla “novos pavimentos rodoviários e viários, novas ligações para as infra-estruturas de iluminação pública, abastecimento de águas, combate a incêndios, drenagens pluviais e domésticas, equipamentos, mobiliário urbano, deslocalização do quiosque e das instalações sanitárias públicas e a redefinição de um novo paisagismo”.

- PUB -

Além da reconfiguração da rotunda para se adaptar ao novo sentido de circulação, está prevista a “modelação dos passeios e espaços de permanência com pendentes suaves e ligações entre planos, através de rampas muito discretas. Os revestimentos de passeios e espaços de permanência privilegiarão a acessibilidade para todos. Serão também optimizados os recursos no que diz respeito à iluminação pública, assim como aos materiais e ao equipamento previstos com vista à redução do desperdício”.

Musealização das Salgas Romanas

A musealização das Cetárias Romanas, vai colocar a descoberto parte do núcleo arqueológico de Cetárias da Fábrica Romana de Salgas de Cacilhas, através da criação de dois poços que permitam a leitura de dois conjuntos de tanques existentes e da sua estrutura e a sinalização das restantes.

Construída e utilizada entre o século I a. C. e o século I d. C., esta fábrica romana destinava-se à salga de peixe junto ao estuário do rio Tejo. Descoberta em 1981, a Fábrica Romana das Salgas de Cacilhas foi classificada como Imóvel de Interesse Público em 1992.

 

- PUB -

Mais populares

St. Peter’s: Investimento de 4,6 milhões abre a porta a mais de 200 alunos

Novo edifício projectado para Setembro de 2021 permitirá também ao colégio ter alunos em regime de internato Nas actuais instalações, na Volta da Pedra, Palmela,...

Investigador do Politécnico de Setúbal entre os mais citados em todo o mundo

O professor Vítor Pires é um dos 37 portugueses que integram a lista especial da Universidade de Stanford   Vítor Fernão Pires, docente da Escola Superior...

Serviços municipais passam para antigo Lidl

Obras de reabilitação do futuro equipamento arrancam em Janeiro O concurso para a reabilitação do edifício ocupado anteriormente pela superfície comercial LIDL, na Quinta da...
- PUB -