- PUB -
Início Desporto Claques do Vitória unidas para ajudar equipa principal

Claques do Vitória unidas para ajudar equipa principal

0

Camisola assinada por jogadores e treinadores é o ponto de partida para a campanha.

- PUB -

 

O ano 2020 tem sido um particularmente difícil para o Vitória Futebol Clube, que celebra amanhã o seu 110.º aniversário. A juntar às dificuldades que todos vivemos devido à pandemia que assola o mundo, o emblema setubalense foi há quase quatro meses despromovido da I Liga ao Campeonato de Portugal, decisão administrativa que agravou muito a situação que o clube vive.

Para atenuar os efeitos das dificuldades que todos os que trabalham no clube sentem, várias iniciativas têm sido levadas a cabo por adeptos. A mais recente foi promovida pelas duas claques do clube, Grupo 1910 e VIII Exército, que juntaram esforços para angariar verbas que serão distribuídas pela equipa profissional de futebol, equipas técnica e médica e pelo staff do clube.

Os promotores da acção explicam que uma camisola assinada pelos atletas e treinadores que compõem a equipa principal é o ponto de partida para a campanha que tem como objectivo alcançar o máximo pecúlio possível. “Esta camisola foi adquirida por nós, assinada por jogadores e equipa técnica, sem que estes soubessem o objectivo”, escreveram as claques nas suas redes sociais.

“Será entregue esta camisola a um sócio muito especial do nosso clube no dia do aniversário do Vitória FC e serve também para dar o mote e representar uma angariação específica para a equipa profissional de futebol, equipa técnica, equipa médica e staff”, referem, lançando um repto aos vitorianos. “Pedimos que se juntem a nós, que contribuam com o que possam, para que consigamos retribuir o esforço que estes atletas têm feito pelo nosso clube”.

O Grupo 1910 e o VIII Exército deixam um esclarecimento a quem se vai juntar à iniciativa. “Quem pretender doar algum dinheiro em mão poderá enviar mensagem privada para as claques de forma a combinar-se a entrega. Quem pretender fazer uma transferência poderá fazer para a conta do VIII Exército [003300004541262269705], que servirá como uma conta solidária, em que pedimos para que enviem o comprovativo do depósito”.

Na mensagem publicada nas redes sociais das claques informam que “este dinheiro será levantado para ser entregue durante a próxima semana ao nosso treinador ou director desportivo para ser dividido por todos os atletas e staff”, escrevem, apelando à união que tantos frutos deu no passado. “Em alturas difíceis do nosso clube, os sócios sempre disseram presente! Esta é mais uma iniciativa, uma iniciativa que apela à união em torno de quem nos tem representado e quis ficar connosco nesta dura e turbulenta campanha até chegarmos ao lugar que merecemos”.

Corações verdes nas bancadas do Bonfim

Com as bancadas do Estádio do Bonfim vazias de adeptos, a página de Facebook dos voluntários do Vitória FC veiculou a ideia de vestir os lugares que antes da pandemia eram ocupados pelos adeptos setubalenses. Mais uma vez, num sinal inequívoco de união em torno do Vitória, as claques Grupo 1910 e VIII Exército deram o exemplo, ajudando a vestir com uma tarja gigante um dos sectores do estádio.

“Para ajudar o nosso clube em necessidades mais prementes, o Grupo 1910 e o VIII Exército iniciaram uma angariação de fundos, na qual nós também queremos e vamos ajudar”, escreveram os voluntários do sadinos, referindo que “se vai tentar encher o Bonfim, sector a sector, antes de a equipa entrar novamente em campo [em Setúbal]. Por cada 100 euros angariados será colocada uma tarja com um coração verde cheio de alma vitoriana”.

Com o sector 1 já completo, o desafio passa por encher o próximo sector. Os interessados em dar o seu contributo para que esse objectivo seja atingido podem fazê-lo através do NIB 0033 0000 45412 622697 05, informam, transmitindo a mensagem de que “chegou a altura de voltar a encher o Santuário, o Bonfim”.

No texto publicado é lembrado que o Bonfim foi erguido com o labor dos sadinos e adeptos do clube. “Como sabem, o nosso estádio foi construído por vitorianos e setubalenses. Envolvidos numa onda transversal criada em torno da cidade para inaugurar aquela que hoje podemos chamar de nossa casa. Agora, mais uma vez, o nosso Vitória precisa dos seus adeptos e simpatizantes”.

Andebol perde (17-28) com o Sporting

Entretanto, a equipa de andebol do Vitória perdeu na noite de terça-feira, no Pavilhão Antoine Velge, com o Sporting, por 17-28, em partida da 10.ª jornada do Campeonato da 1.ª divisão. Recorde-se que o duelo entre sadinos e leões tinha sido reagendado para anoite de anteontem depois de na manhã do passado sábado terem actuado apenas durante quatro minutos, altura em que a equipa de arbitragem decidiu suspender o encontro devido ao piso escorregadio.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui