18 Janeiro 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Local Palmela Palmela prossegue investimento e adjudica quatro obras por mais de 1,4 milhões...

Palmela prossegue investimento e adjudica quatro obras por mais de 1,4 milhões de euros

Instalação de esgotos em Cajados custa mais de meio milhão. Na área a nascente da EN 252 passa os 380 mil euros

 

- PUB -

Mais de 1,4 milhões de euros é o valor total de quatro obras que a Câmara Municipal de Palmela já adjudicou para concretizar nos próximos meses.

O investimento de maior monta ascende a 588 mil e 308 euros e visa a ampliação da rede de esgotos em Cajados.

“A empreitada de drenagem de águas residuais domésticas tem um prazo de execução de 240 dias e inclui a construção de quase três quilómetros de rede, na Travessa 1.º de Maio, na Rua 25 de Abril, na Estrada Nacional 10 e em parte da Rua 9 de Março”, anunciou a autarquia. A obra engloba ainda “a construção de 90 ramais e a instalação de uma estação de bombagem”. Esta estação, explica a edilidade, vai ficar “já preparada para receber os caudais oriundos de uma segunda fase da intervenção (a lançar posteriormente), que vai abranger a Travessa e Rua 5 de Outubro e parte da Rua 9 de Março”. E a rede “vai ser ligada à estação de águas residuais da Gâmbia”, do município vizinho de Setúbal. A autarquia palmelense lembra que esta intervenção em Cajados representa a concretização de mais um compromisso assumido com a população.

- PUB -

Igualmente adjudicada, por 380 mil e 264 euros, foi a obra de drenagem de águas residuais domésticas entre o Portal Branco e o limite do concelho, na área a nascente da Estrada Nacional 252. A intervenção consiste em “dotar de esgotos domésticos” a referida zona urbana, que “abrange Miraventos, Quinta Tomé Dias, Baixa de Palmela e Quinta das Asseadas”. O município recorda que “foi pedido o adiamento do início [da empreitada] para a primeira semana de Dezembro”, face a constrangimentos provocados “e justificados” pela conjuntura pandémica que se atravessa. De acordo com o município, esta intervenção reveste-se de alguma “complexidade devido ao relevo do terreno”, o que implicará “a instalação de uma estação elevatória”.

Entretanto, a autarquia adianta que já “está concluído o projecto para uma segunda fase, a poente da mesma estrada”. A segunda fase “permitirá regularizar uma passagem hidráulica na zona da Quinta das Asseadas, estender a rede de esgotos de Miraventos à Quinta Tomé Dias e fazer depois a ligação ao emissário de Setúbal”.

Encosta do Outeiro e Praceta de Cabo Verde

Com prazo de execução de 120 dias e adjudicada por 270 mil euros encontra-se a obra de consolidação da Encosta do Outeiro, em Palmela.

- PUB -

Garantir a segurança de residentes e habitações é o objectivo da intervenção que engloba “limpeza, desmatação e saneamento de blocos instáveis”, assim como “colocação de redes metálicas e execução de pregagens, projecções pontuais de betão, instalação de geotêxtil e execução de hidro sementeira”. Este local passará a contar com “um sistema de drenagem superficial de águas pluviais”.

Já em fase de arranque está a obra de requalificação da Praceta de Cabo Verde, na Quinta do Outeiro, em Palmela, adjudicada que foi por 191 mil 661 euros.

A empreitada nesta área – que foi “deixada incompleta pela operação de urbanização”, salienta a autarquia – incidirá num espaço com “cerca de 2.100 m2”. No local será criada “uma praça/área de estadia”, em “espaço amplo e aberto, sobre um pequeno relvado, com algumas árvores, contido pelo muro de contenção do próprio talude verde”. Ainda segundo a autarquia, a referida área também vai contar com “um espaço de jogo e recreio, um ginásio de ar livre e mobiliário urbano de apoio”. O estacionamento na envolvente vai ser recuperado e aumentado em 10 lugares e haverá ainda “dois lugares para pessoas com mobilidade condicionada e dois reservados a pontos de carregamento de veículos eléctricos”.

Concursos lançados para pracetas em Pinhal Novo e Palmela

Já abertos encontram-se os concursos para os projectos de arranjos exteriores da Praceta Orlando Ribeiro, em Pinhal Novo, e da Praceta Nascente da Nova Palmela. A Câmara Municipal lançou o primeiro pelo valor de 6.450 euros e o segundo por cerca de 10 mil euros.

Na Praceta Orlando Ribeiro, a autarquia pretende criar “estacionamento ordenado e melhorar a acessibilidade, mobilidade pedonal e circulação viária na envolvente”. O projecto “deverá contemplar arborização, iluminação, drenagem pluvial e mobiliário urbano”.

Para a Praceta da Nova Palmela está prevista a requalificação do espaço, que passa pela criação de uma área de estada e convívio, para seniores e jovens, “aproveitando algumas ideias desenvolvidas no âmbito do projecto ‘Eu Participo Crianças’”. A acessibilidade e mobilidade e o enquadramento paisagístico vão ser melhorados no local que contará com um espaço de jogo e recreio.

- PUB -

Mais populares

Covid-19 obriga Hospital de Setúbal a activar pela primeira vez nível vermelho de Crise ou Catástrofe

Administração assume em circular normativa que estrutura para atender infectados dá sinais de completa saturação   A administração do Hospital de São Bernardo, em Setúbal, activou...

Apreendidos mais de 330 quilos de pescado em Sesimbra. Valor ultrapassa 4600 euros

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR, por intermédio do Subdestacamento de Setúbal, apreendeu ontem mais de 300 quilos de pescado, em Sesimbra, numa...

Empresa de transportes da Área Metropolitana de Lisboa entra em funcionamento no dia 17

A empresa de Transportes Metropolitanos de Lisboa (TML), que irá gerir o serviço de transporte rodoviário público na Área Metropolitana de Lisboa (AML), vai...
- PUB -