22 Janeiro 2021, Sexta-feira
- PUB -
Início Local Moita Moita aprova orçamento superior a 43 milhões para 2021

Moita aprova orçamento superior a 43 milhões para 2021

Município classifica verba como uma das maiores dos últimos anos

 

- PUB -

O município da Moita aprovou por maioria, na reunião extraordinária realizada esta segunda-feira, as Grandes Opções do Plano e Orçamento para o próximo ano, num valor superior a 43 milhões de euros, naquele que é considerado um dos maiores dos últimos anos.

Na mesma altura, o executivo presidido pelo autarca Rui Garcia, deu ainda luz verde à descida da taxa de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para o valor de 0,37%, no que se refere aos prédios urbanos novos, transmitido e reavaliados no domínio da vigência do código do mesmo imposto. De acordo com a câmara municipal, a medida teve por meta “sensibilizar os proprietários, por razões de segurança e/ou com vista à revitalização dos próprios edifícios”, tendo sido também aprovado o agravamento da taxa para prédios devolutos há mais de um ano ou que se encontrem em ruínas.

Na mesma reunião, foi igualmente aprovada, por maioria, a isenção da derrama para empresas com um volume de negócio inferior a 150 mil euros e o lançamento de uma derrama de 1,5% para negócios superiores.

- PUB -

A autarquia acrescenta que esta medida “visa incentivar o desenvolvimento económico do concelho, com a fixação de empresas e o apoio às existentes”, sendo que as propostas apresentadas vão agora ser submetidas à aprovação da Assembleia Municipal.

Os membros daquele executivo aprovaram ainda, por unanimidade, a contratação de um empréstimo de médio e longo prazo, superior a três milhões e 250 mil euros, para aquele município poder financiar a contrapartida local dos investimentos que estão associados ao Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano, no âmbito do Portugal 2020.

 

- PUB -

Mais populares

Secundária Sebastião da Gama suspende aulas presenciais para alunos mais velhos até dia 26

Sete funcionários da escola em isolamento profiláctico obriga a alunos dos 11.º, 12.º e ensino nocturno a terem aulas em casa   Os alunos dos 11.º...

Alteração à sinalização na Volta da Pedra cria transtornos na circulação automóvel

Presidente da autarquia de Palmela e director da Infraestruturas de Portugal reuniram no local e apresentaram soluções A alteração à sinalização horizontal recentemente efectuada na...

Pandemia obriga Agrupamento de Escolas Lima de Freitas a suspender aulas presenciais em 20 turmas

No espaço de três dias duas das grandes escolas de Setúbal viram-se obrigadas a tirar turmas de aulas presenciais. O fecho das escolas ganha...
- PUB -