26 Fevereiro 2021, Sexta-feira
- PUB -
Início Local Setúbal Navigator em Setúbal produz 18 milhões de toneladas de pasta e conquista...

Navigator em Setúbal produz 18 milhões de toneladas de pasta e conquista “marco histórico”

Empresa afirma que resultado deste ano é o reflexo do “empenho e superação dos actuais 1 157 colaboradores”

 

- PUB -

O Complexo Industrial de Setúbal da The Navigator Company, localizado no Parque Industrial da Mitrena, produziu este ano a maior quantidade de pasta registada desde a sua instalação na região, com um total de 18 milhões de toneladas, tendo alcançado com este resultado “um marco histórico relevante”, referiu a empresa em comunicado.

A conquista, além de “reflectir o elevado empenho e superação dos actuais 1 157 colaboradores que fazem parte desta unidade, num ano atípico de actividade”, espelha a “dedicação de todas as equipas que, ao longo da sua história, contribuíram para cada milhão alcançado com elevada competência, criatividade e inovação”.

“Inaugurado em 1964”, o Complexo Industrial de Setúbal é constituído por uma fábrica de pasta e duas de papel, integrando, ainda, “duas centrais de cogeração renovável a biomassa, uma central termoeléctrica a biomassa e uma de cogeração a gás natural”. Desta forma, é capaz de assegurar “uma capacidade de produção de 550 mil toneladas de pasta integrada e de 775 mil toneladas/ano de papel”. É também no complexo instalado na cidade sadina que “se encontra a maior central fotovoltaica do País em ambiente industrial”.

- PUB -

De acordo com a mesma nota, “a The Navigator Company é um dos principais parceiros estratégicos de actividade na região de Setúbal, contribuindo directamente para o seu crescimento económico a médio e longo prazo”. “Este Complexo Industrial sofreu uma profunda transformação em 2009, com a inauguração da fábrica de papel About The Future – hoje denominada Navigator Paper Setúbal – e que representa um dos marcos mais importantes na sua história, assim como na capacidade industrial do País, permitindo à empresa tornar-se líder europeu na produção de papéis finos de impressão e escrita não revestidos e um dos maiores produtores a nível mundial”.

No total, “o investimento nesta unidade ‘state-of-the-art’, onde a inovação tecnológica está presente em todos os sistemas e processos de fabrico, ascendeu, na altura, os 600 milhões de euros (incluindo a nova central de cogeração), tendo proporcionado a criação de 350 novos postos de trabalho”, sendo que cada um “contribui para a existência de 2,5 empregos na região”.

A The Navigator Company dispõe, ainda, em Setúbal, “da máquina de papel fino não revestido mais larga do mundo, cuja capacidade permite produzir 500 mil toneladas de papel/ano, a uma velocidade máxima de 1 800 metros por minuto”. “Esta máquina permite que fique integrada em papel 100% da pasta que é produzida nesta unidade fabril, elevando assim a capacidade anual de produção do grupo para 1,6 milhões de toneladas de papel fino não revestido”, explica a empresa.

- PUB -

Mais populares

Morto a tiro em festa na encosta da Bela Vista

Um homem com cerca de 30 anos morreu este domingo baleado com dois tiros numa festa ilegal que decorria na encosta da Bela Vista,...

Várzea veio colmatar necessidade de antecipar o fecho da estação na 5 de Outubro

TST explica que antiga estação apresentava alguns problemas, inclusive ao nível da logística nos serviços   A empresa Transportes Sul do Tejo (TST) inaugurou há cerca...

Dores Meira acusa PS de falsear realidade sobre estacionamento pago na cidade

Dores Meira não poupa criticas às razões que o PS tem alegado. E aponta-lhe os casos de Lisboa e Almada   O estacionamento pago na cidade...
- PUB -