1 Março 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Desporto “Continuaremos envolvidos em todas as iniciativas que visem assegurar a retoma das...

“Continuaremos envolvidos em todas as iniciativas que visem assegurar a retoma das provas”

Quatro anos depois da chegada à presidência, Francisco Cardoso, 61 anos, recandidata-se à liderança da AF Setúbal com o objectivo de “reforçar a continuidade de um trabalho institucional, que está alicerçado num verdadeiro espírito de missão em prol da essência do associativismo”.


Quais as razões que o levam a recandidatar-se à presidência da Associação de Futebol de Setúbal?

- PUB -

Acima de tudo, a confiança, motivação e os honrosos apoios declarados à minha candidatura pela maioria dos clubes e SAD’s no sentido de se reforçar a continuidade de um trabalho institucional, que está alicerçado num verdadeiro espírito de missão em prol da essência do associativismo. Nesse sentido, a minha força e dedicação, tal como até aqui, é absoluta para superar as dificuldades que enfrentamos e visar ainda mais e melhor em nome da actuação da AF Setúbal e de todos quantos representam o nosso universo associativo. Esta é a missão, cuja responsabilidade é enorme, mas à qual jamais poderia enjeitar, estando, por isso, muito determinado.

Quais são os maiores desafios da AF Setúbal nos próximos quatro anos e de que forma tenciona enfrentá-los?

Assegurar a sustentabilidade da instituição e contribuir para que todos os filiados tenham a capacidade de se manterem em actividade, sem perdas significativas do número de praticantes. Esta é e será uma luta diária, travada num cenário extraordinariamente complicado, com tantas limitações, incertezas e decisões que não dependem da gestão associativa, o que, por si só, é um enorme desafio. Por isso, as dificuldades, que são enfrentadas ao minuto, só se conseguem ultrapassar com a colaboração e solidariedade de todos, sabendo das realidades e unindo esforços. Este será o caminho adequado, continuando a fomentar a proximidade e partilha institucional.

- PUB -

Que ideias preconiza para atenuar os efeitos causados pela pandemia nos clubes filiados na AFS?

Elogiando e agradecendo, desde já, o essencial e dedicado trabalho que os emblemas filiados têm vindo a fazer no que ao cumprimento e divulgação das medidas recomendadas pelas autoridades de Saúde respeita, numa demonstração de exemplar responsabilidade institucional, considero que manter a motivação dos dirigentes, atletas e árbitros é, porventura, uma das coisas mais importantes neste momento de intermitência da realidade competitiva no patamar sénior, e absoluta paragem das provas nos escalões formativos. Nesse sentido, vamos continuar a fomentar a proximidade através da realização de acções, à distância, que permitam assegurar e/ou reforçar conhecimentos e dinamizar iniciativas de âmbito formativo, seja para dirigentes, técnicos atletas ou árbitros.

Caso seja eleito, quais serão as medidas mais urgentes que vai tomar?

- PUB -

O sentido de responsabilidade e a preocupação institucional com todo o universo associativo é uma constante e é assim que vai continuar a ser evidenciado. Dessa forma, as medidas mais urgentes são identificadas no âmbito desse acompanhamento e contacto diário da AF Setúbal com os filiados, onde, em conjunto, são visadas soluções. No entanto, há uma medida que muito gostaria de anunciar de imediato, mas que não depende de mim: a retoma, dentro da respectiva normalidade, de todas as provas. Esse será o dia em que o resultado de toda a nossa resiliência assumirá a devida felicidade e será de grande vitória para todos. Confiante que esse dia vai chegar tão breve quanto possível, e porque não estamos parados, a nossa preocupação é que todos os filiados tenham as condições necessárias para iniciar as provas.

Quais são as propostas que vai apresentar para que a Associação consiga manter e, se possível, aumentar no futuro o número de praticantes, equipas e árbitros?

A AF Setúbal tem vindo a aumentar, ano após ano, esses registos. Esse é um facto, que assenta na capacidade de entender a realidade num caminho que tem sido fortalecido ao lado dos emblemas filiados e dos núcleos de árbitros, cujo trabalho evolutivo de cada um é factor determinante e consequentemente pelos incentivos que a AF Setúbal tem assegurado. Destacaria os aumentos relevantes no futebol e futsal feminino e no futebol de praia. Agora, sabemos que no actual contexto o mais importante é garantir condições para que os números de praticantes esteja ao nível do registado na última época, com cerca de 13 mil atletas inscritos. Vamos continuar a trabalhar confiantes de que a dinâmica dos clubes e da AF Setúbal vai ser ainda mais forte e a crescer.

Com as receitas a caírem a pique, tornando-se praticamente inexistentes, o que pode a AFS fazer para dar suporte aos seus clubes filiados?

Assegurar tudo aquilo que tem vindo a evidenciar e procurar garantir ainda mais apoio. Fomos das primeiras associações a transmitir aos filiados o conjunto de apoios financeiros a atribuir. Entre o não pagamento de taxas de jogo e as significativas reduções do valor das inscrições resultou cerca de 120 mil euros de suporte. Vamos continuar a assumir estes apoios e procurar reforçar, mas, porque a AF Setúbal tem de assegurar a sua sustentabilidade e capacidade para ajudar os clubes, estamos conscientes de que, a continuar este cenário, serão necessários auxílios de outras entidades. Acima de tudo, a responsabilidade institucional deve imperar e não se pode, nem se deve, entrar em demagogias, sobre um tema de particular sensibilidade e que pede respeito em nome dos nossos filiados.

Com a sua liderança, e sabendo que vivemos tempos extraordinariamente difíceis, haverá uma estratégia capaz de captar outras formas para fazer encaixes financeiros significativos?

É um exercício que temos bem presente e vai continuar a ser uma prioridade. Contudo, e perante a realidade adversa do tecido empresarial, temos preparada uma estratégia que passa por potenciar as parcerias institucionais existentes numa ligação à própria dinâmica das diversas competições, que vai para além do ‘naming’ das provas. Há diálogos estabelecidos e confio em bons resultados. Além de que vamos fortalecer ainda mais a capacidade de utilização da APP AF Setúbal, a qual é pioneira, ao serviço dos clubes e dos seus patrocinadores, bem como um noticiário diário digital.

De que forma tem acompanhado a situação do Vitória FC, emblema da AFS com mais presenças no escalão principal de futebol, cujas dificuldades se agravaram após a queda do clube no Campeonato de Portugal?

Reitero que a minha dedicação institucional à AF Setúbal se tem pautado pela proximidade efectiva com os emblemas filiados, pelo que qualquer situação especialmente difícil sentida pelos nossos emblemas é sempre motivo de particular preocupação. Nesse sentido, e no caso em concreto, a Direcção da AF Setúbal acompanhou e esteve ao lado, desde a primeira hora, do Vitória FC SAD e do Vitória FC de forma a contribuir para um conjunto de soluções que foram sendo partilhadas, com os diversos corpos dirigentes que têm liderado o emblema vitoriano, os quais são testemunhas das diversas acções dinamizadas e oficializadas. Tenho a certeza que, pelo historial ímpar, dimensão institucional e capacidade e paixão de todos os vitorianos, o Vitória FC SAD e Vitória FC serão sempre um mesmo símbolo inspirador do nosso universo associativo com muitos triunfos e conquistas para festejar, nomeadamente entre os melhores do nosso futebol.

Por receio e devido às restrições causadas pela pandemia muitos jovens deixaram de praticar desporto. O que pode ser feito para evitar que muitos desses atletas que têm estado impedidos de competir abandonem de vez a prática do futebol, futsal e futebol de praia?

Garantir a sua motivação e manter acesa a paixão pelo futebol, futsal e futebol de praia, com a confiança de que o objetivo de festejar um triunfo da equipa vai acontecer em breve. Porque, vai acontecer. Continuaremos, contudo, envolvidos, firmemente, em todas as iniciativas que visem assegurar a retoma das provas, sensibilizando as entidades competentes para o efeito.

Para os indecisos que argumentos apresentaria para votarem na sua candidatura?

A honestidade, a solidariedade, a dedicação, a experiência e a capacidade de trabalhar, com responsabilidade, são fundamentos que norteiam as pessoas que integram a Lista B, e que têm o reconhecimento do universo associativo. Os sócios ordinários da AF Setúbal são o garante da continuidade de uma instituição quase centenária que honra o seu passado e encara o futuro com optimismo. Vincando o dever da responsabilidade individual para combater a pandemia, desejo saúde para todos. Viva toda a família do futebol, futsal e futebol de praia do nosso distrito!

Ricardo Lopes
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Várzea veio colmatar necessidade de antecipar o fecho da estação na 5 de Outubro

TST explica que antiga estação apresentava alguns problemas, inclusive ao nível da logística nos serviços   A empresa Transportes Sul do Tejo (TST) inaugurou há cerca...

Morreu o homem do mar Lídio Galinho

Lídio Galinho, homem ligado à pesca na Costa de Caparica, morreu hoje, durante a tarde, vítima de covid-19, no Hospital Garcia de Orta, em Almada

GNR apreende quase cinco toneladas de sardinha em Sesimbra

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR, através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Setúbal, apreendeu esta terça-feira 4 950 quilos de sardinha, no...
- PUB -