5 Março 2021, Sexta-feira
- PUB -
Início Local Seixal Assembleia da República ‘manda’ Governo construir a breve prazo escola em Fernão...

Assembleia da República ‘manda’ Governo construir a breve prazo escola em Fernão Ferro

Joaquim Santos garante que não vai suavizar pressão para o Ministério da Educação avançar com a obra

 

- PUB -

A construção de uma escola dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e secundário na freguesia de Fernão Ferro, no concelho do Seixal, deverá “iniciar-se a breve prazo”. Assim o recomenda a Assembleia da República ao Governo, através da Resolução n.º 44/2021, publicada em Diário da República a 3 de Fevereiro.

O mesmo documento ‘manda’ que a construção seja feita “em terrenos já disponibilizados pela Câmara Municipal do Seixal e reservados na respectiva Carta Educativa” do concelho.
Esta recomendação da Assembleia da República vem no seguimento da resolução aprovada no Parlamento, a 22 de Dezembro do ano passado, por todos os partidos, com a abstenção da bancada do PS. A votação atendeu assim a uma petição com mais de 4 mil assinaturas de pais e encarregados de educação de alunos das escolas de Fernão Ferro, e que teve o apoio da Câmara Municipal do Seixal.

Agora a aguardar que o Governo cumpra a recomendação, é muito provável que o executivo municipal continue a insistir para que a obra se inicie mesmo “a breve prazo”, isto tendo em conta o que disse o presidente da câmara do Seixal, Joaquim Santos, aquando da aprovação deste estabelecimento de ensino pela maioria da Assembleia da República. “Vamos continuar a pressionar o Ministério da Educação e o Governo para avançar com o projecto e depois com as obras”.

- PUB -

Em comunicado, a Câmara Municipal do Seixal avança que esta escola em Fernão Ferro é de “extrema importância para o concelho e para os munícipes, uma vez que residem, actualmente nesta freguesia, quase 20 mil habitantes, dos quais cerca de 2 800 têm até 14 anos”.

E acrescenta que “é essencial que seja garantida a igualdade de acesso de todos os alunos do concelho a uma educação com qualidade”, o que será reforçado com a construção desta escola.

Mais “indispensável” é quando os encarregados de educação dos alunos que frequentam as três escolas do 1.º ciclo do ensino básico em Fernão Ferro, “são obrigados a procurar oferta educativa muitas vezes no concelho vizinho, dada a inexistência de uma escola dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e secundário neste território”.

- PUB -

É que a Escola Básica Dr. Carlos Ribeiro, sede do Agrupamento de Escolas de Pinhal de Frades, que abrange as escolas da freguesia de Fernão Ferro, conta com cerca de 8 turmas a mais do que a sua capacidade, o que a torna “insuficiente para garantir os interesses dos munícipes desta freguesia e assegurar o direito a uma escola pública e de qualidade para todos”, refere a autarquia.

- PUB -

Mais populares

Joaquim Maia deu a volta à tragédia para ajudar atletas a vencerem na pista

A vida pregou-lhe uma má partida, mas não se deixou vencer. Hoje é treinador e já ajudou a lançar atletas de alta competição     No campo...

Bombeiros em “guerra de tronos” ameaçam direcção com paralisação de serviços

Direcção já acertou tudo com antigo chefe dos bombeiros do Barreiro para assumir o cargo. Mas o corpo activo do Montijo quer Luís Silva   A...

CDU vai lançar André Martins à presidência da Câmara Municipal de Setúbal

A CDU vai avançar com André Martins como candidato à presidência da Câmara Municipal de Setúbal nas autárquicas deste ano. O nome do actual...
- PUB -